Fale Conosco agora (41) 99922-1288

Artroscopia do Ombro

Artroscopia do Ombro

Princípios Gerais:

Existem inúmeras patologias do ombro que podem ser tratadas por técnicas artroscópicas, entre elas a síndrome do impacto e as lesões do manguito rotador, a capsulite adesiva, lesões labrais (SLAP), instabilidades articulares como a luxação recidivante do ombro e patologias da articulação acrômio-clavicular.

Os equipamentos utilizados para a realização de vídeoartroscopias do ombro são:

  • Artroscópio 30º (4,5 a 5 mm) e sistema de vídeocirurgia;
  • Sistema de irrigação (gravidade ou bomba de infusão);
  • Marcadores (azul de metileno);
  • Cânulas de infusão;
  • Probe;
  • Pinças artroscópicas“saca-bocado”, “pesca-fio” e “grasper”;
  • Pinças especiais para sutura: Caspari, Firstpass, Scorpion;
  • Agulha de anestesia peridural;
  • Fio prolene 0.

A vídeoartroscopia do ombro pode ser realizada em 2 posições:

  • Cadeira de Praia
  • Decúbito lateral com tração

Antes de iniciarmos a vídeoartroscopia do ombro, se faz necessário a realização de uma marcação dos pontos anatômicos que são referência para realizarmos os portais a introdução do artroscópio e também os instrumentais. Os portais mais utilizados são o posterior, o lateral, e os portais antero-superior e antero-inferior.

De acordo com Stephen Snyder, os pontos articulares que devem ser avaliados na artroscopia do ombro são:

  • tendão do bíceps
  • labrum sup.-ant
  • gleno-umeral sup
  • gleno-umeral médio
  • tendão subescapular
  • labrum a-inferior
  • labrum inferior
  • supefície glenóide
  • gleno-umeral ant.-inferior
  • recesso axilar
  • tendão supraespinhoso (articular)
  • manguito posterior
  • “bare area”
  • superfície articular umeral
  • labrum posterior

1 e 2 Tendão do bíceps e labrum superior

3, 4, 5, 6, 7 e 8 lig. gleno-umeral sup, lig. gleno-umeral médio, tendão subescapular, labrum anterior, labrum inferior , supefície glenóide

9 e 10 gleno-umeral antero-inferior e recesso axilar

11, 12 e 13 tendão supraespinhoso (articular), manguito posterior e“bare area”

14 e 15 superfície articular umeral e labrum posterior

Após a avaliação do espaço articular, o artroscópio é reposicionado e é feita a avaliação do espaço subacromial, onde podemos identificar patologias da bursa subacromial, do manguito rotador, do acrômio e ligamento coracoacromial e articulação acrômioclavicular.

Abaixo, mostraremos vídeos de procedimentos artroscópicos para bursectomia e acromioplastia, realizados em pacientes com Síndrome do Impacto Subacromial: