Fale Conosco agora (41) 99922-1288

Medicina Esportiva

Medicina Esportiva

A Medicina Esportiva é a especialidade médica que estuda a repercussão da atividade física na saúde das pessoas, esportistas ou não. Também se aplica em entender os efeitos da falta de atividade física.

Apesar do nome, a Medicina do Esporte não lida somente com o atleta. Diversos estudos epidemiológicos cientificamente consistentes têm demonstrado de forma clara e inequívoca a influência benéfica da atividade física regular para a saúde, reduzindo a mortalidade, reduzindo a incidência de muitas doenças e melhorando a qualidade e a quantidade de vida em portadores de doenças cardiovasculares, pulmonares, endocrinológicas, renais, neurológicas, do aparelho locomotor, oncológicas, etc.

É uma especialidade médica que possui inúmeras subespecialidades, entre elas, destacam-se a Medicina do Exercício, a Cardiologia esportiva e a Traumatologia-Ortopedia Esportiva. Aborda, também, como o exercício físico influencia a saúde das pessoas, sejam elas esportivas ou não, bem como a falta de exercício. Outro aspecto estudado é a lesão que pode ser provocada durante a realização de diversos tipos de atividades físicas.

O médico do esporte pode lidar com atletas de alto nível; com indivíduos comuns, não atletas, de todas as faixas etárias; indivíduos aparentemente saudáveis e portadores de doenças cronico-degenerativas como diabetes mellitus, doença pulmonar obstrutiva crônica (incluindo a asma brônquica), hipertensão arterial, doença coronariana, osteoporose e obesidade, apenas para citar as mais importantes.

Traumato-Ortopedia Esportiva

A Traumato-Ortopedia Esportiva, trata as lesões ósseas, articulares e musculares associadas à atividade física; a Cardiologia do Esporte, está relacionada com a avaliação cardiovascular nos praticantes de atividade física, seja a nível competitivo ou não; a Medicina do Exercício, estuda a utilização clínica do exercício em portadores de diversas doenças ou em grupos populacionais especiais como idosos, mulheres e crianças; há ainda os especialistas em controle anti-doping. Enfim, é uma especialidade cuja abrangência é bem maior do que o termo “Medicina do Esporte” sugere.

Antes de iniciar qualquer tipo de atividade física, é preciso avaliar o desempenho do corpo, com uma avaliação física que medirá a capacidade de esforço do coração, circulação, metabolismo e a respiração, esta também é uma responsabilidade do profissional de Medicina Esportiva.

A Medicina Esportiva é atualmente referência mundial devido ao apoio da Federação Internacional de Medicina do Esporte(FIMS). E no Brasil o órgão que promove a Medicina Esportiva é a Sociedade Brasileira do Exercício e do Esporte, criado em 1962. As áreas de estudo desta especialidade são especificamente, tratamento de lesões; análise e orientação antes do início da atividade física; avaliação física completa e o diagnóstico do tipo ideal de esporte, para cada pessoa de acordo com o seu biótipo; recomendações sobre hábitos de vida e alimentação saudável; pesquisa e controle de novos métodos de treinamento esportivo.

Por fim, é importante ressaltar que a Medicina Esportiva está diretamente ligada a Qualidade de Vida e saúde das pessoas. O Prof. Dr. João Luiz Vieira da Silva, possui curso de especialização em Medicina Esportiva realizado no Centro de Medicina da Atividade Física e do Esporte CEMAFE – Escola Paulista de Medicina – UNIFESP em 1995 e é membro titular da Sociedade Brasileira do Exercício e do Esporte, Sociedade Brasileira de Artroscopia e Trauma Esportivo